28 de set de 2010

Estórias da Kely

Kely é daquelas moças que ia para a faculdade só para fazer você rir. Quando um dos professores falava para nós nos reunirmos em grupo, pronto! Agente já sabia que ali vinha estória. Éramos um grupo de cinco mulheres. Uma casada com um filho, uma com um namorado de aproximadamente dois anos, uma completamente sem ninguém, uma com mais de um, e Kely com uma centena...
E uma das estórias vividas por Kely, foi contada rapidamente, mas sem dúvida nenhuma, de todas as que já tínhamos ouvido, de longe foi a mais engraçada. Tipo piada de stand up comedy. Os gestos, caras e bocas faziam as estórias hilariantes. Nesse dia Kely estava especialmente brava com o namorado da vez. Ele tinha dado um bolo nela um dia antes, o que a fez ficar enlouquecida. Disse que queria quebrar tudo e não queria mais olhar na cara dele. Ele foi vê-la na saída do escritório, e como ela tinha a chave, e abria e fechava o lugar todos os dias, discutiram por lá mesmo. Ele pedia desculpas e tentava beijá-la. Queria tê-la em seus braços ali mesmo. No local de trabalho dela. Ele se aproximava e ela começava a se derreter, quando percebeu que não agüentaria, teve que fingir que ainda assim era durona e disse:
“- Ok! Tá bom! Mas vou ficar de costas, porque não quero olhar na tua cara!”

By Maga

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2009Quase Trinta | by TNB